Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.

Inovação Tecnológica: O futuro do tratamento da diabetes

Em apenas algumas décadas os cuidados a diabéticos percorreram um longo caminho – a primeira bomba de insulina surgiu em 1963 e os testes com picada do dedo para a medição da glicemia surgiram por volta da década de 80 do século XX. O que se segue?

Em desenvolvimento: produção automática de insulina— o pâncreas artificial

Trata-se de elevar a infusão de insulina a um nível superior. Encontra-se em teste um pâncreas artificial que combina a monitorização constante da glicemia, bomba de insulina e a bomba de glucagon (caso a glicemia desça demasiado), tudo gerido através de uma aplicação num smartphone. O objectivo é monitorizar a sua glicemia e ajustar a sua insulina ao longo do dia; produtos que fazem mais para que pense menos na diabetes.

(link para http://sites.bu.edu/bionicpancreas/)

Mais pequeno e mais concentrado (e pouco provável que esteja operacional nos próximos anos), é o penso, sensível aos níveis de glicemia no seu sangue e que fornece automaticamente a insulina necessária.1

Actualmente: Conectando o seu nível de glicemia com o seu médico

As novas modalidades de monitorização da glicemia e conexão com a sua equipa de saúde podem simplificar o controlo da diabetes. As aplicações de Smartphones e Web sites oferecem uma variedade de soluções para simplificar o consumo de dados, contudo, investigadores na Noruega perceberam que o maior potencial reside em apenas algumas características chaves:2

  • Transferência de dados do medidor para a aplicação elimina a necessidade de inserir as entradas manualmente e reduz o risco de erro humano
  • A partilha automática de informação com um dos pais ou com o prestador de cuidados de saúde ajuda os adultos a guiar as crianças a controlar o seu nível de glicemia enquanto se encontram fora de casa
  • Os diários integrados com os registos electrónicos de saúde são um auxílio durante as consultas com o médico

Ainda há mais no horizonte.

Estão em desenvolvimento ideias para detectar acetona no corpo, um bio marcador associado à glicemia.

  • Os engenheiros da Universidade de Michigan, nos Estados Unidos da América, encontram-se a testar um sensor que se pode usar no dia-a-dia que deteta automaticamente a glicemia alta.4
  • Está a decorrer uma investigação para o desenvolvimento de um teste que meça o nível de glicemia através da respiração do usuário.5 
  • No futuro, assim que os investigadores descubram como ler a informação, poderão estar disponíveis tatuagens temporárias que tenham por função monitorizar os níveis de glicemia.6

Hoje e todos os dias: Não se esqueça do básico

Comer bem, manter-se activo e dormir bem não são comportamentos novos ou emocionantes, mas continuam a ser comportamentos fundamentais para o sucesso de uma vida saudável e do controlo da diabetes. Assim, enquanto o avanço tecnológico pode oferecer muito ao mundo dos cuidados diabéticos, também é importante não esquecer os métodos pouco (ou nada) tecnológicos que sabemos que funcionam. Lembre-se: é o seu futuro. Comprometa-se todos os dias com a sua saúde e os seus esforços serão recompensados através de toda a sua vida.

1NHS Choices. Could a smart insulin patch mean no more diabetic injections? Disponível em: http://www.nhs.uk/news/2015/06June/Pages/Could-a-smart-insulin-patch-lead-to-the-end-of-diabetic-injections.aspx. Consultado a 1 de Julho de 2015.

2Ärsand E, Frøisland DH, Skrøvseth SO, et al. Mobile health applications to assist patients with diabetes: lessons learned and design implications. J Diabetes Sci Technol. 2012; 6(5): 1197–1206.Disponível em: http://europepmc.org/articles/PMC3570855. Consultado a 1 de Julho 2015.

3Polonsky, William H., et al. “Structured Self-Monitoring of Blood Glucose Significantly Reduces A1C Levels in Poorly Controlled, Noninsulin-Treated Type 2 Diabetes Results from the Structured Testing Program study.”Diabetes Care, 34.2 (2011): 262-267.

4Futurity. Wearable vapor sensor can "smell" diabetes.Disponível em: http://www.futurity.org/wearable-vapor-sensor-diabetes-743642/. Consultado a 1 de Julho de 2015.

5Nano. A nanotechnology diabetes "breathalyzer.".Disponível em: http://www.nanomagazine.co.uk/index.php?option=com_content&view=article&id=2220:a-nanotechnology-diabetes-breathalyzer&catid=38&Itemid=159. Consultado a 1 de Julho 2015.

6Diabetes NSW. Temporary glucose-reading tattoo could replace needles.Disponível em: http://diabetesnsw.com.au/temporary-glucose-reading-tattoo-could-replace-needles/. Consultado a 1 de Julho de 2015.